Creche e Jardim de Infância Dandélio – um ano de desafios

O Dandélio, Creche e Jardim de Infância da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Coimbra, celebra, em outubro de 2017, o seu primeiro ano de existência.

A funcionar num edifício desenhado e construído a pensar nos mais pequenos, localizado na rua Rua Vicente Pindela, o Dandélio recebe bebés e crianças com idades entre os cinco meses e os seis anos e caracteriza-se por ter um projeto educativo diferente e inovador baseado na Arte e na Ciência.

“Tem sido um desafio muito interessante e bonito”, refere a psicóloga Susana Duarte, coordenadora da estrutura, fazendo um “balanço positivo” destes primeiros 12 meses.

São cerca de 80 os utentes do Dandélio, havendo, entre estes, um número significativo de crianças com deficiência que são integradas de forma inclusiva, adquirindo princípios de tolerância e de aceitação da diferença desde muito cedo.

Neste primeiro aniversário, Susana Duarte destaca as atividades realizadas em conjunto com algumas instituições parceiras, como o Dia do Pai no Exploratório de Coimbra, o Dia da Mãe com o Conservatório de Música de Coimbra ou o projeto MiniBiocs, que levou as crianças ao Museu Nacional de Machado de Castro. Além da iniciativa Dandélio de Galochas, uma experiência sensorial que decorre no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra e também na mata que envolve o jardim de infância, e promove a aprendizagem no meio ambiente. “São oportunidades de aprendizagem belíssimas”, realça a coordenadora.

Porque ter profissionais experientes, sensibilizados e bem preparados para lidar com as diferenças e as necessidades de cada criança é essencial, para levar a cabo este projeto educativo, a APPACDM de Coimbra tem contado com formações periódicas realizadas pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Para a presidente da APPACDM de Coimbra, Helena Albuquerque, o Dandélio não é uma creche e um pré-escolar como todos os outros. “Está inserido numa Instituição que luta todos os dias por uma sociedade onde todos se sintam realizados e felizes independentemente das suas incapacidades ou limitações.  E essa filosofia de base, partilhada por todos os que são APPACDM de Coimbra, faz toda a diferença”, afirma a responsável.

Neste ano letivo de 2017/18 já em curso, o Dandélio mantém o foco na inclusão, promovendo o contato entre crianças com e sem deficiência desde cedo, além da partilha do conhecimento pela experiência, bem como a ligação entre a Arte e a Ciência, em permanente ligação com as instituições parceiras.

 

Creche e Jardim de Infância Dandélio – um ano de desafios