Livro da APPACDM de Coimbra auxilia pessoas com deficiência intelectual no dia-a-dia

A APPACDM de Coimbra lançou, no dia 2 de maio, uma nova obra: “Para além do óbvio II – Histórias Sociais – Propostas de Intervenção para a melhoria das competências pragmáticas”. O livro foi elaborado pelas autoras Catarina Santos e Susana Gomes, ambas Terapeutas da Fala desta instituição.

Este livro pretende ajudar pessoas com deficiência/incapacidade intelectual em situações do dia-a-dia que se podem revelar complexas e que, normalmente, influenciam (podendo até modificar) a sua capacidade de expressão e reação. Aqui, estão presentes 20 histórias descritas de uma forma simples e acessível que podem facilmente ser aprendidas e reproduzidas no quotidiano por quem as consulta. O elemento diferenciador deste livro são os símbolos pictográficos que acompanham o material escrito, de modo a transmitir a ideia principal de cada frase.

O lançamento de uma segunda versão deste livro deve-se ao sucesso da primeira edição do mesmo, demonstrando a necessidade de resposta a estas questões. A segunda edição traz algumas novidades, uma vez que introduz um guião com sugestões para uma utilização otimizada de cada história social: o ponto de partida, que justifica o que conduziu à escolha de cada situação em questão; perguntas que permitem reconhecer o nível de conhecimento prévio sobre o assunto; e, por fim, inclui ainda exemplos de atividades práticas (role-play, por exemplo) de modo a que haja uma melhor compreensão do contexto por parte da pessoa com deficiência/incapacidade intelectual. Os leitores aprendem, desta forma, como atuar de forma mais adequada e oportuna em diversas situações do dia-a-dia.

Para além disso, existem ainda elementos peculiares neste livro, que consistem na personalização da capa e do início de cada capítulo com ilustrações elaboradas por uma utente da APPACDM de Coimbra, Carla Martins, demonstrando o potencial dos utentes desta instituição.

Livro da APPACDM de Coimbra auxilia pessoas com deficiência intelectual no dia-a-dia